A meia-entrada e o Cinemark

9 05 2007

Caros amigos que visitam o blog (eu sei que são poucos, está só começando), conforme o post anterior, venho hoje aqui dar continuidade à luta por esse direito. Quero esclarecer que a lei está SIM em vigor, não há dúvidas. Claro, ela é válida sob a forma descrita no post anterior, SOMENTE PARA O ESTADO DO RIO DE JANEIRO.

Como muitos me perguntaram: “você já conseguiu entrar pagando meia dessa forma?” Em cinemas, hoje foi a primeira vez. Mas, várias outras vezes, paguei meia por ser menor de 21 em outros tipos de eventos: TODAS as peças teatrais que eu assisti foram com meia-entrada por causa da minha idade, assim como espetáculos grandes como Cirque du Soleil, Rock in Rio – sim, em 2001 a lei já estava valendo! – e espetáculos de música de respeito, enfim.

Porém, preciso relatar a forma como a coisa ocorreu hoje (8 de maio de 2007), no Cinemark Plaza Shopping Niterói:

Fui comprar o meu ingresso para assistir ao filme Homem-Aranha 3. Junto comigo no ato da compra, como testemunha, estava Rodolfo, um amigo meu. Chegando ao guichê de compra, solicito o ingresso com desconto para a sessão das 21:10. Apresento, então, o meu RG e o indivíduo do outro lado, com um ligeiro microfone, diz educadamente – não é brincadeira, ele não foi grosso não. Isso eu não posso dizer – : “Sr. a meia-entrada para menores de 21 anos não é válida aqui no Cinemark”. Ha! Quer me fazer de otário não é?! Claro que eu não falei assim, continuei sendo educado, da mesma forma que o moço do outro lado da parede de vidro. Perguntando o motivo, fui informado de uma “liminar” que o Cinemark levou á justiça solicitando o direito arbitrário de não praticar o desconto. O rapazinho até foi buscar a liminar que eu disse que queria ver: ele disse que tinha ela impressa, e poderia me mostrar – eu também tinha a lei 3364 impressa no meu bolso! Ele não encontrou! Solicitei então que fosse chamado o gerente, que em 5 minutos chegou e me deu a mesma resposta, dizendo que eles possuiam a liminar que dava-lhes o direito de não acatar a lei. Vê se pode!

Como eu, novamente, disse que queria ver a tal liminar, ele me respondeu que não tinha ela impressa (claro, estou acreditando até agora…) e que, em caráter “excepcional” permitiria a minha entrada com o presente desconto de 50% previsto em lei. Naquele momento, ele deve ter se sentido um Betinho “dando comida ao pobre”, não acham?! Ora bolas, isso não foi nenhum favor. Enfim, caso encerrado (pelo menos nesse dia, visto que ele foi caridoso e “excepcional”…)

Cruzando a fronteira do estado, vocês acreditam que ocorreu a mesma coisa, semana passada, com um estudante de lá num cinema da mesma rede (Cinemark Interlar Aricanduva)? Adivinhem o que eles atestaram? Que tinham uma liminar… Não acreditam? Vejam aqui no site do Oswaldo Grimaldi

Bem, antes de continuar, agradeço por terem lido até aqui, e deixo claro que nós estamos sob nossos direitos previstos em lei, e que, liminar solicitada por uma empresa NÃO pode mudar uma lei em benefício próprio, visto que não era um processo particular. Não aceitem essa desculpa de qualquer rede de cinemas ou outro tipo. Caso eles mostrem algum texto que você não possa verificar a autenticidade, sugiro que copie alguns dados caso seja possível, como número da liminar, data, quem foi o juiz que assinou. Caso seja um documento falso, isso dá um baita processo pra eles. Além disso, EXIJAM nota-fiscal, caso terminem por comprar o ingresso inteiro, e, no dia seguinte, procure seus direitos exigindo o retorno do valor pago junto ao Órgão de Defesa do Consumidor. Se não lhes emitirem uma nota-fiscal, caros amigos… aí é caso de polícia, e como disse no outro post, dá cadeia de 2 a 5 anos pro responsável, visto que se constitui crime de sonegação de tributo.

Espero que tenha ajudado!

Reeditando:

Caso sejam barrados em algum estabelecimentos, ajam conforme descrito acima, pelo menos para que se tenha alguma prova do ocorrido, como o ingresso inteiro e a nota-fiscal. Após isso, liguem para o Alô ALERJ (Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro) 0800-220-008 e denunciem o estabelecimento.

About these ads

Ações

Information

74 responses

9 05 2007
Oswaldo

Thyago Miranda
Belo texto. Acho que como estudantes temos que brigar pelos nossos direitos. Parabens por você ser uma pessoa assim tb.
Realmente esse país brinca com os direitos da população. Acredito sempre que existe uma luz no fim do túnel.
Obrigado pelo belo comentário e também pelo link no seu blog.
Se é um direito nosso, porque vamos nos calar perante a essas liminares!
Abraços

9 05 2007
Ellery

Cinemark cheio de graça =/
Não sabia que o Cinemark tinha uma liminar.

abração Thyago.

9 05 2007
Thyago Miranda

Sim, não podemos mesmo ficar quietos diante disso. Agora, PRINCIPALMENTE, sendo tais coisas uma mentira! Acho muito difícil, como disse antes, que a rede possua qualquer tipo de liminar que conceda-a o direito de não acatar a lei. NÃO FAZ SENTIDO! E depois de você ter me dito que eles “tinham uma liminar, mas, que não estava impressa”…

Vamos lá, por partes: Oswaldo, você tem um blog, só por esse fato já demonstra ser um usuário ativo, e inteligente, de internet e computadores. Quando o gerente daqui me disse que eles tinham a liminar, mas, não estava impressa, mas, que solicitaria da próxima vez, por email, para tê-la na bilheteria, pensei: Se ele precisa pedir via e-mail tal documento, é sinal de que esse mesmo documento – se é que ele alguma vez já existiu – chegou originalmente por e-mail também. Como é? Eles apagaram o email original? Uma liminar é uma página que em word tem cerca de 25kb. Não é por falta de espaço no email deles. Além disso, liminar É UM DOCUMENTO. Como assim eles não têm impresso, nem acessível? É a mesma coisa de eu chegar como fiscal e solicitar a licensa de operação deles em várias áreas, como a de concessões, que vende alimentos, ou mesmo a licensa pra eles estarem operando naquele lugar. Claro que as empresas possuem esses documentos. Só que possuem esses, tanto quanto outros documentos de suma importância, principalmente quando diz respeito ao seu lucro direto.

Já encaminhei um e-mail á Defesa do Consumidor do Jornal O Globo, não reclamando do atendimento. Mas, querendo esclarecer se existe alguma possibilidade de a lei deixar de ser cumprida numa próxima vez e eu ter que me sujeitar a contrangimentos. Já é o suficiente, não acha?

Abraços!

23 06 2007
Luiz

É real! bem eu passei por uma situação parecida com a sua, saí de uma cidade do interior de minas aonde uma lei municipal dava esse direito(na peoca não sabia q se tratava de um lei municipal) ao chegar no Rio fui “barrado” em alguns locais a compra de meia-entrada pois não possuia carteira de estudande, e questionei sobre esse fato de ser menos de 21 anos, eles alegaram que essa lei não era valida… Bem hoje fui comprar um ingresso para o Blue man group, pelo site do ticket market aonde, eles informam que essa lei é valida no estado do Rio… fico grato a vc q confirmou essa lei, e de saber ela se trata da lei 3364/2000, so fico indgnado por uma pessoa q provavelmente não tinha conehcimento algum disso, era responsavel pelo tal cinema… MAIS DAQUI PRA FRENTE IREI PLAGIAR VC..RSSS…IMPRIMI UMA COPIA DA LEI E VOU ATÉ O TAL CINEMA…DEPOIS VENHO DEIXAR UM POST AQUI…DIZENDO COMO FOI…

24 06 2007
Thyago Miranda

Faça isso sim Luiz! Ande com ela na carteira. Não vai te custar nada, e você ainda estará bastante respaldado quanto ao pleno exercício dessa lei. Uma rede de cinemas maravilhosa que tem no Rio, que você não encontrará problemas algum, é o Estação, dona do Odeon BR, do Estação Botafogo, do Espaço de Cinema, entre outros. E se lá funciona, em todos TÊM de funcionar. Eles não podem alegar possuírem uma liminar que concede somente á eles esse direito de não praticar a lei. Se você for barrado, mesmo com a cópia da lei, solicite um ingresso INTEIRO + nota fiscal da compra. Se eles não aceitarem emitirem a nota fiscal, chame a polícia na hora. Caso emitam, assista ao filme, e depois, ao chegar em casa, ligue para o Alo ALERJ, denuncie e, se quiser, entre com ação no tribunal de pequenas causas. Eu sei que isso é meio trabalhoso. Mas, se eles não respeitarem os seus direitos em nenhuma das situações, não hesite!

Me conte depois como foi! Mas, conte, com detalhes: cinema + filme +sessão!

Abraços!

16 12 2007
Nathy

Thyago! aconteceu o mesmo comigo e meus amigos nesta sexta feira dia 14 de dezembro…no cinemark Downtown na Barra. Quer dizer, conosco o barraco foi um pouco maior….. o gerente disse que tinha a tal liminar..meu namorado afirmou que ele tinha que ter a liminar exposta de acordo coma lei tal e tal… (a gente faz direito)…ai ele foi procurar a liminar e disse que não a achava… mas ele foi super grosso! e disse que nao podia liberar… meus amigos começaram a fica irritados pq jah tinha começado o filme a 10 minutos! e outro amigo que tb faz direito começou a falar do absurdo e tal…acabou que no final os meus amigos pediram o dinheiro de volta dos 8 que tinham comprado…. sendo que a discussao era só por causa de uma amiga, ou seja, um ingresso! e ai fomos embora!

17 12 2007
Thyago Miranda

Olá Nathy!

Vou te mandar esse comentário via email também pra me garantir de que você lerá. É o seguinte, num outro post que eu fiz, sobre a meia-entrada pra menores de 21 anos, há uma instrução do que fazer – que é pedir nota fiscal – pra que depois possa ser reclamado o direito junto à ALERJ. Porém, nesse caso, o “melhor” mesmo, já que vocês estavam em grupo era exigir o retorno do ingresso.

Acho, inclusive, que vocês poderiam exigir um documento, até mesmo vocês poderiam redigir um á mão com algum papel, colocando o motivo, ciente por ambas as partes, do cancelamento da transação, com nome completo do gerente responsável, pessoas envolvidas, data, local e assinatura de todos. Assim, vocês o obrigariam a assinar, á comprovar a palavra dele e assumi-la de que o que ele estava falando era “verdade”.

Tente mais uma vez! E volte aqui pra contar, por favor!
;) Abraços!

18 12 2007
Hugo

Isso acabou de acontecer comigo e com dois amigos no cinemark do Botafogo praia shopping. A gente pediu meia entrada apresantando as identidades, e a atendente disse que eles possuíam uma liminar que insentava o cinemark de ter que acatar a lei. Depois do ocorrido ligamos para a Alerj e fomos informados que a lei 3364 está em vigor, e que não existe liminar que tire a sua validade. Ela também disse que as atitudes a serem tomadas eram exigir a meia entrada e, caso essa não fosse concedida, chamar a polícia. Dessa vez perdemos o filme, mas com certeza vai ficar valendo pra próxima.

Abraços.

17 01 2008
Matheus

Nunca tive problemas “completos”, comigo as coisas se resolviam quando eu mostrava a lei (levo sempre, na carteira). Só fui uma vez a um Cinemark e não tive problemas. Na rede Estação também foi tudo super tranquilo. Meu ultimo problema foi no cinema do Memorial Getúlio Vargas.. mesmo assim é um transtorno ter que mostrar uma lei a alguém.
O texto está ótimo, vai ajudar muita gente!
Abraços

1 05 2008
Fernanda

Ai..tipo eu fui no Cinemark do Shopping Carioca hj
dai eu exigi meia entrada por causa da lei e tal

soh q o cara falou q essa lei soh vale pra cinemas de ateh seis salas…confere isso ou o cara me enrolou?

se enrolou..vai pagar caro…

3 07 2008
Francisco

Cara Fernanda, você foi enrolada. =(
Caso você fale com o gerente alguma vez, pessa apenas para ele escrever em algum papel (mesmo que seja um guardanapo do Bob’s que fica do lado do cinema) que ele, como gerente e em nome do estabelecimento, nega que você (no caso Fernanda) desfrute dos benefícios da lei nº 3364. Pede para ele assinar e ele provavelmente vai ficar com o cú na mão e vai deixar você pagar meia entrada, ou então ele escreve e assina e nunca mais vai deixar ou nao nada… Já que o pagamento de 1000 UFIRs da empresa provavelmente vai ser descontado dele. E ele será despedido. =/
Bem… Espero que isso não mais aconteça! ^^

Beijos e abraços,
Francisco.

13 12 2008
Tgnerwkj

Thanks!,

19 01 2009
Nadir Agata

Quero relatar aqui a minha indignação por ter acontecido o mesmo comigo e com mais 5 amigos meus no Cinema Cinemark do shopping Plaza Niterói.
Aconteceu quase o mesmo comigo e com meus amigos.
Fomos comprar o ingresso e no ato da compra o atendente nos informou que essa lei no é válida para o Cinemark. Pedimos, então que chamasse o gerente.
Este veio e com muita ignorancia nos disse que o Cinemark tem uma liminar que lhes dá direito(detalhe exclusivo, né! rs) a não darem meia-entrada a menos de 21 anos.
Pedimos então, que ele nos mostrasse a tal liminar. Ele nos disse que não tinha obrigação de mostrar nada, que era um documento interno. Estávamos coma Lei impressa em mãos, pois já levamos por medida de precaução.
O gerente muito autoritário nos disse que nem olharia o papel e que essa lei é Incontitucional. Ora, que coisa! A lei está em vigor, e ele ainda fala uma asneira dessas. Disse ainda que a Lei foi mudada em 2002. Pedimos então, um documento que mostrasse isso. Nos disse que só mostraria a uma autoridade. Então, dissemos a ele que chamariamos a polícia. Ele sendo mais arrogante ainda, disse que poderíamos chamar. Já que não tinha obrigação de nos mostrar.
O tempo todo ele foi autoritário e grosseiro conosco. Uma pessoa desse grupo sempre vai ao cinema Severiano Ribeiro no shopping Grande Rio e só paga meia entrada. Falamos isso para o gerente. E mais uma vez sendo ridículo nos disse que aceita essa lei a Empresa que quiser. Caramba! Então, a outra Empresa deixa menores de 21 anos pagar meia, por que eles são bonzinhos. Que legal! Estão perdendo dinheiro por que eles gostam!
Fomos então a uma Lan House no shooping, procurar se a Lei havia mudado como ele disse em 2002. Achamos esse blog e o nº da ALERJ, mas não conseguimos falar, por que só funciona de 2ªa 6ª. E isso ocorreu no sábado agora(17/01/09).
Então, hoje mesmo estaremos entrando em contato com algum Orgão, onde possamos saber se a lei não teve nenhuma alteração.Sabendo que não ocorreu tal alteração, voltaremos ao cinema e tentaremos comprar meia-entrada. Caso seja negado, pediremos que nos deem por escrito e assinado. Entraremos com um processo na Justiça contra a Empresa Cinemark.
Pois, temos que fazer valer nossos Direitos. E vamos atrás desse gerente, pois ele foi extremamente arrogante, autoritário e mal educado conosco.
Enquanto não fizermos valer nossos direitos, nos farão de idiotas, sempre.

11 02 2009
celso

Caro amigo,
Você falou, falou, falou e não disse nada de concreto, só no que você acredita que seja.
A verdade é que, menores de 21 anos SÓ tem direito a meia entrada em cinemas com menos de 6 salas, seja cinemark ou qualquer outro!
Se é um cinema com 6 salas ou mais, você deve ter a carteirinha estudantil expedida por uma instituição de ensino e que tenha foto e data de validade ou boleto de pagamento para que prove que no mometo você está estudando.

11 02 2009
celso

Qualquer fato que tenha acontecido que você tenha pago meia-entrada da forma que citou, simplismente se dá pelo fato de abrirem exceções para você, seja por desconhecimento da legislação no estado do Rio ou por ou outro motivo.

11 02 2009
Thyago Miranda

Oi Celso,

bem, nesse caso, você está enganado. Na lei que eu já apresentei aqui no blog, com ela em texto completo, não há nenhuma restrição, nenhum anexo ao texto, nem qualquer liminar. O que se tem é uma briga, claro, entre as empresas que se dizem prejudicadas e o governo, com o caso sendo ainda analizado, entretanto, sem, por conta disso, deixar de ser válido o que está previsto pela lei, que é a 3364/00, sancionada pelo então Governador Anthony Garotinho.

Não existe NENHUMA limitação quanto a quem deve oferecer, obrigatóriamente, a lei ao seus clientes. Sejam empresas exibidoras cinematográficas, sejam casas de teatro, shows, ou qualquer local que proporcione entretenimento e lazer ao jovem.

O texto aqui no blog, Celso, com a lei completa, você pode conferir nesse link:

http://thyago.wordpress.com/2007/05/07/utilidade-publica-meia-entrada-para-menores-de-21-anos/

14 02 2009
Luiz vinicius

Eu fui no cinemark do plaza, não quiseram me vender a meia entrada, ai eu chamei a policia, fiz boletim de ocorrência e entrei com um processo contra eles.

Sugiro que vcs que foram lesados e humilhados por alguem do cinemark faça o mesmo

3 03 2009
Ivys

Thyago achei muito boa essa sua notícia e gostaria de saber se por acaso alguém ja teve a curiosidade de ligar para a ouvidoria da ALERJ para saber a respeito da questão de limitação de 6 salas, liminar do Cinemark e etc.
Gostaria de dar a dica também para as pessoas que forem barradas mesmo falando com o gerente ligarem para essa ouvidoria ( na presença do gerente de preferencia botar no viva voz para que ele tambem escute ) e pergunte qual o procedimento que voce deve tomar caso seu direito nao seja atendido muito provavelmente se realmente nao existir a tal “liminar” nem essa história de meia entrada somente em cinemas de menos de 6 salas voce sera acoselhado a chamar a polícia e o gerente q vai estar com o …. na mao provavelmente liberará a entrada caso contrario liguem 190 e exijam seus direitos !
Thyago se voce pudesse me enviar por e-mail essa questao que levantei de ligar para ouvidoria para tirar essas dúvidas eu agradeceria de mais … e para finalizar gostaria de saber se alguem ja chamou a policia ou processou o cinema e conseguiu algum resultado positivo.
Abraços

6 04 2009
mark

vc acha ruim? aqui em SP vc pode ter 21, 17, até 12 anos , q seja, se vc nao ESTUDAR vc nao tem esse direito!ai no rio é tudo mais barato e nego ralé analfabeto paga meia até 21 anos …vê se pode!

20 04 2009
Bruno Luiz

Tudo que foi abordado é verdade. Na semana passada eu fui ao Downtown, shopping da Barra da tijuca assistir o filme do Dragon Ball e tive que pagar inteira. Amanha irei novamente e farei o possivel pra entrar pagando a meia entrada

3 05 2009
Rondinele

Caros amigos, pela primeira vez estou postando nesse blog, passei por uma situação muito constrangedo ontem, (02-05-2009), tentamos entrar em uma casa de show aqui de Nova Iguaçu (Rio Sampa) munido dessa Lei, porém a atendente da casa disse desconhecer tão Lei, entao pedi para que chamasse o chefe da segurança e o gerente responsavel pela casa, somente consegui falar com o Chefe da Segurança, que também disse desconhecer tão Lei, meu irmão está no 9º periodo de Direito, e me deu toda assistencia no local, mas nada aconteceu, então estou indo daqui a pouco a Delegacia para registrar Ocorrencia, eu fui no mesmo dia a 54ºDP em Belford Roxo, a inspetora responsavel me disse que a acusação procede, porém aquela Delegacia não poderia me ajudar naquele momento, e me encaminhou para a 58ºDP, que é a delegacia que atua naquela aréa, estou indo daqui a pouco fazer a ocorrencia, e amanha mesmo vou entrar com um processo na Vara Especial Civel, vamos ver no que vai da isso tudo, qnd tiver o desfecho do caso venho aqui contar para você, Até BREVE.

10 06 2009
Dayana

Gente as coisas não podem ficar assim, isso é um absurdo, se é lei é lei e pronto e acabou! Essa história de liminar e de cinemas com até seis salas é historia para enganer trouxa, temos que dar um basta, fazer denuncias, pq quem está ficando de otário na história é a gente e eles ganhando dinheiro em cima da nossa ignorancia!
Po chega neh!

17 06 2009
Priscila Klopper

Nossa,obrigada Thyago, pelo post!!! Tanto este quanto o outro!!!

Bem,eu concordo plenamente com o que o IVYS disse!!!

E queria dar mais uma dica!!! Gente, é NOSSO DIREITO!!!! As pessoas não podem desfazer disso só porque é desconhecido deles!!!! Se é desconhecido, VAMOS FAZER COM QUE CONHEÇAM!!!!!!!!!!

Vamos chamar o número maior que for,e reivindicar!!!!!!!!! Todos com suas Leis impressas!!!!!!!!!
Eu sei que eu viajei um pouco mas estava pensando:será que a gente não podeia imprimir a lei e tirar xerox e saí falando pelo cinemarks (ou qualquer estabelecimento que não aceitar) da Lei?!?!? Fazer propaganda na fila, dar a Xerox pro pessoal!!!!!! (Porque sem dúvida eles não vão querer pagar a mais)
E aí eles vão ficar com mais medo ainda do que se for uma pessoa só.

É isso aí, o negócio é ESPALHAR!!!!! Estou fazendo isso e espero que consigamos =]

21 06 2009
Ricardo Purgenatto

Eu já usei a lei 3364 no Barra Bowling, Mas o gerente disse que ele não era obrigado a me dar essa meia entrada porque a equipe do Barra Bowling não havia nada de concreto, mas nisso eu liguei para Alerj e consultei se a lei esta em vigor, nisso eu fui orientado a liga para Policia o 190 no caso eu chamei a Policia para fazerem cumpri a lei, E foi chamado o Gerente do Estabelecimento, onde conversamos e ele não so meu deu a Meia entrada como nesse dia eu não paguei, e agora que sempre vou lá, ele sempre me faz um elogio, falando que estou bonito kkkk mas o mas importante e que eu não pago a meia eu somente pago 34% da taxa do Barra Bowling .

14 07 2009
Re

Eu também fui barrada. No cinemark, New York – Me disseram que eles tinham uma liminar, mas como eu não sabia a lei de cabeça e estava sem ela impressa, paguei a inteira.
Mas bom saber disso.

31 07 2009
Gustavo

Essa lei vale para eventos esportivos tambem?

7 10 2009
Wall

Eita, pooo.. que sacanageem !

Putz, quando eu vejo como esses safados se aproveitam da ignorância do povo é que me dá mais vontade de sair espalhando as pessoas os direitos que elas têm e não usufruem por ignorância.

Olha o que aconteceu comigo na Bienal:

No dia em que eu completei 21 anos, fui à Bienal do Livro. Chegando à bilheteria, apresentei a carteira de identidade, o dinheiro e pedi uma meia.

Atendente: – Cadê a carteirinha de estudante?

Eu: Moça, eu pago meia por ter até 21anos.

Ela: AQUI NA BIENAL, NÃO!

Eu ( já ‘p’ da vida com essa situação e pelo modo com que ela falou, disse: AQUI NA BIENAL, SIM! E EM QUALQUER OUTRO EVENTO QUE PROMOVA CULTURA, LAZER E ENTRETENIMENTO! É LEI! Não quero prejudicar a senhora, sei que provavelmente você não está ciente dessa lei,mas é um direito meu, e queria que fosse respeitado! Você pode chamar um responsável?

Ela: Tá, vou chamar, mas não vai adiantar nada, não !

Eu: Ok!

Gerente (já com cara de poucos amigos): Bom dia!

Eu: Bom dia, senhora! Tenho direito a pagar meia por ter 21 anos, mas parece que a moça do atendimento não foi informada sobre essa lei.

Ela, já cheia de má vontade, pra atendente: Libera!

Olhou a identidade… olhou de novo, e por fim disse: Você tá completando 21 anos hoje, né? (Como se a partir daquele dia a lei já não valesse mais pra mim, e como se estivesse “fazendo um grande favor”

Eu: Aham, é sim !

E assim, termina mais um episódio da Lei 3364/2000. Devidamente resolvido, graças à instrução sobre a lei e é isso! Pessoas, continuem divulgando, é importantíssimo! Assim como quaisquer outros direitos que tenham ciência de que estamos sendo sacaneados por falta de informação!

INFORMAÇÃO, JÁ!

Sem horas e sem dores…

Há braços! :)

9 10 2009
Bianca

Boa tarde, Thyago !

Gostaria de saber se essa lei funciona somento no RJ ou se em Belo Horizone/ MG ela também é aceita?
Desde já agradeço pela sua atenção…

21 01 2010
Priscila Giovani
3 01 2010
louise

passei por uma situaçao dessa ontem dia 2 de janeiro de 2010!!! eu imprimi a lei do site da alerj e levei comigo, apresentei ao gerente e mesmo assim nao aceitaram….quero recorrer, qual é a melhor maneira? hoje é domingo e a alerj nao esta me atendendo…vou tentar amanha….vou recorrer pelo procon tambem….eles negaram um recibo, mas peguei o bilhete como comprovante e nome do gerente!! consegui uma testemunha tambem que passou pela mesma coisa e disse que quer recorrer tambem…se tiver alguma ideia ai me fala..bjs

4 01 2010
Henrique Brasil

O Cinemark tem uma liminar sim a respeito da meia-entrada. Ela tá nos autos do mandado de segurança nº 2001.004.00643, impetrado pela ABRAPLEX.
Acontece que essa liminar diz respeito à competência da Lei Estadual para regular sobre a multa de 1000 reais, estabelecida pela nova redação dada pela lei 3570 de 2001. Essa decisão foi justificada por dizer que a CF falará sobre a intervenção estadual a respeito do domínio econômico.
Ou seja, o Cinemark é obrigado sim a conceder a meia-entrada a menores de 21 anos, mas não é cabível a multa do art. 4º.
Estas e outras informações estão no endereço eletrônico abaixo, apelação de um processo onde a autora quis cobrar danos materiais do valor dobrado do que cobrado e morais no valor de 30 mil reais.
É um absurdo o abuso, sim, do Cinemark, mas cuidado aos que quiserem processá-lo para não ser interpretado por um juiz como querer enriquecer às custas do processo, em litigância de má fé.

http://srv85.tjrj.jus.br/ConsultaDocGedWeb/faces/ResourceLoader.jsp?idDocumento=00037F6BEA074F88444A79D741E5FD50F22A2107C3551644

6 01 2010
Geraldine

Gostaria de saber se essa informação sobre a liminar procede. Amanhã irei ao Cinemark Botafogo levando um menino de 13 anos. Levarei a lei comigo e já sei qual será a resposta deles pois há pouco tempo tentei entrar com minha prima tb menor de idade e eles negaram o direito de meia entrada dela. Quero saber como proceder amanhã caso isso ocorra novamente.

6 01 2010
louise

GERALDINE : quando for ao cinemark, se possivel grave a conversa! eu passei pela mesma situacao e vou entrar com um processo contra eles…ja tenho 2 testemunhas, se voce quiser ser testemunha seria otimo. obrigada

ps: passei pela mesma situacao no cinemark de botafogo! pergunte sobre o recibo da compra do bilhete, eles nao vao querer dar, mas sao obrigados a dar….isso eh sonegacao de imposto, pode chamar a policia, pois sao obrigados a dar o recibo….eles sempre dizem: senhora, o cinemark nao emite recibo….ai voce fala que isso eh sonegacao!!!! enfim….tenta gravar, pega o nome do gerente…o nome do gerente que me atendeu era giorgines….ve se eh o mesmo!!! e com a gravacao pergunte sobre o recibo, liminar e a lei de menor de 21….quero ver se eles escapam dessa!!! bjs

9 01 2010
Paulo Monteiro

Parabéns pela iniciativa Thiago..

adorei essa discussão!

Uma pena que fiz 21 ano passado..gostaria de saber se ainda funciona para 21 anos ou se não inclui essa idade!

Além disso, o que fazer se o gerente não quiser assinar nada ou não quiser dar recibo? Chamar a polícia realmente resolve? Pq também se for pra esperar 4 horas pra polícia chegar fica muito estressante lutar pelos os nossos direitos…afeta o meu conforto, concorda?

abraços,

21 01 2010
Priscila Giovani

Pode-se afirmar que se trata de um problema antigo que impede o acesso ao lazer aos jovens, não só de famílias de baixa renda como aos demais que optam por outros estabelecimentos devido ao preço da entrada inteira nos cinemas.
Ando com a lei 9070 na carteira que assegura meia-entrada em estabelecimento cultural e de lazer a jovens de idade inferior a 21 anos no muinicípio de Belo Horizonte de autoria do vereador Arnaldo Godoy validada em 17 de janeiro de 2005 quando Fernando Damata Pimentel era prefeito de Belo Horizonte.
Tenho 19 anos e como sempre tive carteirinha de estudante da escola ou do cursinho pré-vestibular sempre a apresentei, mas todos meus conhecidos que tentaram a meia-entrada através da lei sentiram-se frustrados no CINEMARK que alegava se tratar “apenas” de uma lei municipal e estava abaixo da liminar que obtiveram.
Como se não bastasse uma liminar para ampliar o imensurável lucro do CINEMARK agora eles não aceitam carteirinhas de estudante de cursinho pré-vestibular sem nenhuma justificativa.
Agora eu aos 19 anos, o que já me garantiria meia-entrada, estudante de cursinho pré-vestibular, portando carteirinha do mesmo, não tenho acesso a meia-entrada segundo as invenções de leis cinemarkianas.
A meia entrada não é um prêmio de consoloção depois de discutirmos na porta dos cinemas com funcionários e gerentes e sim um direito dos jovens para que com acesso aos estabelecimentos culturais se torne mais crítico e engajado, barrar nosso acesso é no mínimo incompatível com o que buscamos.

Atenciosamente,

19 02 2010
Luiz Vinicius

Queria dizer que se alguém se sentir lesado poder ligar para o 190, chamar a polícia e realizar um boletim de ocorrência. Já tramitam nos tribunais do Rio vários processos referentes a esse assunto, a maioria dando causa ganha ao autor, pois a lei é constitucional, eles não têm liminar alguma que os autorize a não cumprir a lei.

Denuncie também para o Ministério Público no numero 127 é fácil e rápido, pois o MP tendo ciência pode entrar com uma ação civil publica.

Qualquer duvida só perguntar

19 02 2010
louise

mas para provar que fui lesada terei que pagar a inteira? Porque se eu chamar a policia, vou esperar um tempao e ainda por cima perder meu filme…ta complicada essa situacao…eu vou ligar pra alerj e perguntar se essa lei ainda esta valida e se o cinemark tem uma liminar. Se me disserem que a lei e valida para TODOS os estabelecimentos, sem excessao, vou perguntar o que devo fazer…qual procedimento correto! Alem do mais, tenho um bilhete provando que paguei inteira…Gostaria de entrar com um processo contra eles, mas antes disso, quero saber se essa liminar realmente existe.

5 03 2010
Aline

É um absurdo mesmo …
Por causa dessa palhaçada passei uma vergonha no dia do meu aniversário de 18 anos , e foi agora isso , dia 28 de janeiro .
fui com o meu namorado no cinemark do Downtown aqui no Rio mesmo no dia do meu aniversário. chegando no guichê percebi que tinha esquecido minha carteirinha de estudante do ano anterior, mas como estava fazendo 18 anos não estava valendo mais nada .
Lembrei dessa lei, liberando a meia entrada para menores de 21 anos mas nao tinha certeza se era verdadeira ou nao ..
Bom, já estressada de ouvir tanta ignorância da nojenta da moça do guichê,
me revoltei e perguntei : “Quer dizer que pessoas com 18 anos nao podem mais ir no cinema curtir um filme pagando meia ?”
ela me respondeu : ” exatamente ! ”
eu comecei a rir na cara dela virei as costas e fui em um barzinho assistir o jogo do fluzão que estava passando …

Haja paciência, hoje em dia ando com a lei impressa na minha bolsa. Hoje mesmo vou no cinema e ai de alguém nao me vender a meia entrada !

21 03 2010
Luciana

Hoje fui no cinemark de niterói e também fui lesada. Chueguei em casa revoltada e como é domingo não conegui contactar nennhum órgão responsável. Amanha vou ligar para deus e o mundo até conseguir que o cinemark pare com essa babaquice de se achar superior à lei.
Não entendo de direito, mas acho que deveria ter uma forma da população fazer um ato público, ou algo do gênero contra o cinemark. Uma mobilização grande pois tenho certeza que todos nós conhecemos pelo menos uma pessoa que já passou por isso lá.
Thyago peço que por favor me responda (de preferencia pro email) dizendo se isso é possível e se vc ajudaria ou iniciaria isso.
Obrigada e parabéns pelo blog.

21 03 2010
Luciana

Obs: O telefone da alerj que está ai no site não está ativo.. tentei várias vezes.

22 03 2010
louise

estou tentando acessar o site da alerj e nao consigo…esta fora do ar? gostaria de deixar um recado naquele “fale conosco”. se alguem souber o novo site, o telefone e alguma forma de falar com eles atraves desse “fale conosco” me avisaa..bjs

23 03 2010
Luciana

Louise, o site ta funcionando já.. entrei hoje

27 04 2010
André Fernandes

Caros amigos,

Espero colaborar com as informações que trago. Sou estudante do 10º Período de Direito da UFF (Niterói-RJ), e um bastante inteirado na área consumerista.

Antes de tudo, que fique claro de uma vez por todas: A LIMINAR CAIU!

O que ocorre: A ABRAPLEX – ASSOCIACAO BRASILEIRA DAS EMPRESAS EXIBIDORAS CINEMATOGRAFICAS OPERADORAS DE MULTIPLEX impetrou um Mandado de Segurança em 2001 contra o Estado do Rio de Janeiro, nas pessoas do Governador, e de dois Secretários.

Importante esclarecer que o Mandado de Segurança (MS) foi proposto em face da Lei Estadual 3570/2001, que modificou o art. 4º da Lei 3364/2001, para instituir pena de multa de 1000 UFIRs. E só. A Lei 3570 não modificou em nada o direito de menores de 21 anos gozarem do benefício da meia-entrada. Limitou-se tão somente a questionar judicialmente a imposição da multa em caso de descumprimento.

–> Portanto, em nenhum momento, com liminar ou sem liminar, a validade e eficácia do direito à meia-entrada para menores de 21 anos foi suspensa. Ou seja, TODOS os menores de 21 anos poderiam ter ingressado nos cinemas pagando meia-entrada, mesmo com a liminar vigindo (valendo), pois a liminar somente suspendeu a multa por descumprimento da Lei, ficou claro?

Vamos pra frente, pois não parou aqui. Em junho de 2001, o Desembargador Relator deferiu a tão falada liminar, que em verdade não mudou em nada o direito dos menores de 21 anos, como já expliquei acima. Em outubro de 2001, mudou o Relator. O novo Relator do MS revogou a liminar em novembro daquele ano!!!

E o processo teve prosseguimento normal. O Relator negou provimento ao Mandado de Segurança, sendo seguido pelos demais Desembargadores no acórdão publicado no dia 07.06.2002. A ABRAPLEX recorreu e perdeu todos os recursos que impetrou. O processo chegou até Brasília, no Superior Tribunal de Justiça, onde também foi vencida a ABRAPLEX (representando o Cinemark).

Em suma, chegamos à duas conclusões:

1- O Cinemark enganou todo mundo dizendo que tinha uma liminar. A liminar que ele se referia não tinha nada a ver com o direito de menores de 21 anos pagarem meia-entrada. Esta liminar só tinha a ver com a obrigação do cinema pagar ou não a multa caso descumprisse a Lei, só isso! Mas o Cinemark aproveitou para se dar bem em cima dos leigos, e conseguiu!

2- O Processo (Mandado de Segurança) no qual foi deferida a tal liminar já foi arquivado, chegou ao fim, sendo que o CINEMARK perdeu em todas as instâncias!

Portanto, meus caros amigos menores de 21 anos (não é o meu caso, infelizmente..rs), aproveitem a Lei integralmente, pois não tem mais processo nem liminar valendo contra o direito de vcs!

Espero ter ajudado.

Abraços,
André Fernandes
a.sz@uol.com.br

FONTE: Processo nº 0026007-93.2001.8.19.0000 e recursos, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. http://www.tjrj.jus.br/scripts/weblink.mgw?MGWLPN=DIGITAL1A&PGM=WEBPCNU88&PORTAL=1&LAB=CONxWEB&N=200100400643

4 06 2010
livia lopes

ONTEM DIA 03/05/2010 FOI AO CINEMARK DO BOTAFOGO PRAIA SHOPPING E ACONTECEU A MESMA COISA ESTÁ ESCRITO NO VIDRO QUE A LEI QUE DETERMINA MENOR DE 21 PAGAR MEIA É INCONSTITUCIONAL É MOLE ! O QUE POSSO FAZER? PAGUEI INTEIRA E FIQUEI COM O CANHOTO PODEM ME AJUDAR ?

5 06 2010
ADRIANA

gostaria de saber o que fazer pois meu filho foi uma vez ao cinemark botafogo e nao deixaram ele pagar meia então falei que ele teria direito por ser menor de 21 anos mais enfim ele ja tinha pago inteira. So que da segunda vez falei para ele levar o documento com foto, ele levou o rg sendo que negaram novamente alegando não ter direito como eu ja tinha avisado que mesmo assim ele comprase o ingresso inteiro porque eu ia procurar nossos direitos. Eu trabalho na rede de cinemas severiano ribeiro e la se voce chegar e pedir meia entrada por ser menor de 21 sem problema nenhum a bilheteira concede a meia entrada na hora. e sei que eles estao errados por isso vou fazer valer meus direitos e receber com juros e correçao .

23 06 2010
Claudia Moscardini

Tive o mesmo problema hoje no Cinemark de Botafogo quando levei meus dois filhos 9 e 14 anos respectivamente. Depois do rapaz da bilheteria ter vendido as duas meia entradas e uma inteira para mim a moça da sala de cinema nos barrou exigindo a carteira de estudante do meu filho de 14 anos…A gerente muito grosseira fez a mesma coisa…Estou entrando na justiça para reclamar meus direitos e ser indenizada por todo constrangimento e aborrecimento que me causaram.
Afinal, uma lei existe para ser respeitada.

27 06 2010
Jonathan Linguini (o ZzzZ)

olá, estou com o mesmo problema do amigo acima, o Cinemark Carioca Shopping diz que a lei é INCONSTITUCIONAL e que por causa disso eles tem a opção de conceder a meia-entrada ou não.

na ocasião fui eu, meu irmão e um amigo nosso, nós pagamos meia por ter carteira de estudante, mas ele não, e todos nós somos menores de 21.

queria saber se faz sentido esse lance de inconstitucional ou é só enrolação, vou ligar segunda pra Alerj pra reclamar disso, estou muito irritado, meu amigo inclusive falou pro gerente “cês sabem que a multa é de 1000 reais por descumprir a lei ne?” e mesmo assim ele não aceitou.. deve achar que não vamos correr atras de nosso direito.

12 07 2010
Michely

Quero informar atodos que no domingo dia 11 / 07 / 2010 fui no cinemark do Shopping carioca e ao tentar comprar o ingresso com direito a meia entrada com a carteirinha de estudante do curso técnico de logística da faetec Silva Freire fui informada que não tinha o direito de pagar a meia entrada por se tratar de um curso subsequente. A minha cunhada que é menor de 21 anos não conseguiu pagar meia entrada porque eles informaram que a lei 3364 “lei que dá direito a menores de 21 anos a pagar meia entrada”foi considerada INCONSTITUCIONAl gostaria de saber se estas informações estão corretas ou se posso correr atrás dos meus direitos que foram negados.

25 08 2010
Thiago

Seguinte, isso tudo que ocorre é um tremendo absurdo, jah fui barrado uma vez pelo gerente nojento do cinemark de niterói, mas infelizmente não estava ciente da lei…

Ou seja, chamar a polícia no local só irá prejudicar o meu tempo, me deixar mais irritado e passar vergonha perante terceiros… e ainda não vou poder assistir ao filme, msm tendo programado aquele dia para tal ato… Porém ,engolir isso assim não dá neh?

A única maneira então é entrar com uma ação neh? Não tem o q fazer no próprio dia pra garantir sua meia entrada neh? fogo…

Abçs

9 09 2010
Renato

Bom Dia!!
Minha namorada está estudando direito me chegou ontem com
essa lei me surpreendi e após ler todos os comentários, perdi
a coragem de tentar usar a lei…
Vou mandar uma sugestão de reportagem para a Rede Globo
sobre o assunto quem sabe não da uma força…
Obrigado ótimo post!!

18 09 2010
Flaviana Ribeiro

Hoje vou no Cinemark Downtown, para assistir um filme a noite, e minha amiga tem 19 anos. Vou imprimir a Lei e exigir o direito dela de pagar meia -entrada. Vamos ver o que vai dar. Mes passado, fomos no Cinemark em Niteroi, e o atendente disse que o Cinemark nao dava 50% de desconto para menos de 21 anos, nao discutimos, como estava em Niteroi, e fomos embora…mas agora que sei que nao procede, voltarei lá com certeza pra ver o que acontece…

19 10 2010
Ana Paula Abranches

Galera,entrei em contato com a Alerj hoje e fui informada que a lei 3364 foi cancelada.Apesar de ler vários post dizendo que a lei está valendo,não sei como proceder diante dessa situação.
Acho isso uma tremenda sacanagem!!!!
Temos nossos direitos!
Por favor,se alguém souber de alguma coisa me informem???
Meu msn é bananex71@hotmail.com
Valeu gente!!!

19 10 2010
Ana Paula Abranches

Galera,acabei de entrar em contato com um amigo que foi assistir Tropa de Elite 2 no Madureira shopping. Ele tem 19 anos e conseguiu pagar meia entrada apresentando apenas a identidade.
Abç

20 10 2010
Felipe Souza

Gostaria de pedir a atenção de todos,pois já tinha conhecimento desta lei a lguma tempo,já compro a alguns anos,no teatro no maracanã e também em outros estabelecimentos sem nenhum problema,só que na semana passada no CINEMARK(Plaza Niterói) fui comprar a minha entrada no mfilme TROPA DE ELITE 2,e fui informado que essa lei era inconstitucional pela atendente do cinema que completou:O CINEMARK aceita se quizer senhor.Fiquei com essa dúvida!Que atitudes(providências) posso tomar em relação a esse caso ??

21 10 2010
Ana Paula Abranches

Oi galera!
Fui ao cinema ontem assistir Tropa de elite 2 ,no Shopping Madureira.
Comprei meus ingressos pela internet,para evitar ficar em filas.
Quando cheguei na entrada da sala,apenas precisei apresentar minha identidade.
Sendo que estavam comigo 2 amigos,um de 19 anos e outro de 20 anos e meu noivo de 26 anos.
Nenhum deles precisaram apresentar nada.Nem mesmo meu noivo.
Confesso que fiquei surpresa!
Porém agora uma dúvida!
Será que no Madureira aceita mesmo a meia entrada para pessoas com até 21 anos??
Valeu gente!

2 01 2011
Camille

Então, queria muuito agradecer por esse post que você fez. Aconteceu comigo a mesma coisa no plaza, eu fiquei indignada mas (como sempre) fiz o mais fácil e paguei a inteira… Só que a mulher errou no ingresso, me deu de um filme que eu não pedi, e eu também não conferi na hora em que peguei. Isso me revoltou tanto, mas tanto ! Sabe… Não é pelo dinheiro apenas que eu fiquei revoltada, eu perdi uma noite rodando no shopping, pq ela me disse que não tinha nenhuma sessão mais cedo, pra chegar no final e não assistir nada ! Assim que cheguei em casa, resolvi pesquisar sobre essa maldita liminar que ela citou, e achei seu blog e a solução pro meu problema… :D

22 04 2011
yago

agradeço muito pelas informações!

7 05 2011
Ramadan

Galera! Seguinte… Tenho 21 anos! fiz 21 em Abril de 2011! Logo não sou menor de 21. Quero ir ao Rock In Rio… Essa lei vale para pessoas com 21 anos ou apenas com “20 anos, 11 meses e 30 dias?” Essa é a questão! Tenho 21 anos! Continuo com direito a meia entrada ou não ? Obrigado galera!

27 05 2011
Camila

Infelizmente no Cinemark é essa palhaçada sempre.
Depois dessa história da liminar nunca mais fui lá.. para não arranjar confusão. tenho 19 anos.. E Olha.. No Rock in Rio menor de 21 paga meia sim.. fiquem tranquilos…

6 06 2011
Vitor

Galera, infelizmente, o Cinemark realmente possui essa liminar.
Liguei para a ALERJ e eles confirmaram isso…

27 06 2011
Gaby

Olá THyago , li no seu blog sobre a tal lei 3364, então ando pesquisando e gostaria de saber se essa lei foi realmente revogada ou ainda está em vigor pois , somente o Cinemark não dá a meia entrada aos menores de 21 anos de idade, e por isso quero saber , já que vc já teve essa experiencia lá no cinema.
Grata.

2 07 2011
Scarlet

Estou muito

26 09 2011
Adan Fernandes S. (@adanfernandes)

Ola tenho 21 anos e gostaria de saber se ainda pago meia?

26 09 2011
Adan Fernandes S. (@adanfernandes)

Gostaria de um link onde eu possa imprimir a lei!

17 10 2011
adriano

Realmente eu já sabia dessa lei a um teempo e em todos os Lugares já pratiquei e foi beem aceita pelos estabelecimentos,somente o Cinemark disse que a meia entrada era apenas para crianças de atéh 12anos,no dia eu não entendi bem e assim procurei saber,e vendo uma postagem anterior,vi que isso era surreal,agora com essa prova real,faço questão de ir assistir a um filme nesse estabelecimento e levar comigo uma cópia impressa da leei #

21 10 2011
10 11 2011
leonardo

pessoal vc ja consultaram a legislação de belo horizonte , pois se fizeram isso devem ter visto que essa lei para 21 anos foi vetada pelo prefeito no mesmo ano declarando ser inconstitucional

16 11 2011
angelica

já fui em vários cinemas como no madureira shopping, norte shopping, via Brasil e lá a lei funciona, somente no cinemark é uma palhaçada e por isso não vou a mais nenhum cinema dessa empresa e ainda faço propaganda contra. Se todos nos unirmos eles é que vão perder pois afinal filme em qualquer cinema dá pra ver agora pagar meia para quem merece ajuda.

14 03 2012
Marselle Veiga

Precisamos denunciar isso! Esses dias me ocorreu a mesma coisa com o cinemark em niteroi, apresentei uma identidade, e eles disseram que nao aderem a lei, porque a lei segundo eles eh inconstitucional.. Como eu nao tinha certeza, aceitei, mas ainda paguei meia pq sou estudante, mas vcs vão ver, no dia que eu voltar,la, vou gravar um video , pq eles fazem isso com todos! Pera lá né! Eles querem ganhar mais dinheiro que já ganham? Vao perder mt em processo tb!

26 03 2012
Hermes Fróes

Passei pelo mesmo constrangimento ontem a noite no Downtown Barra…liminar…inconstitucional…lei estadual….me senti um idiota ao ver que o bilheteiro entendia mais de lei do que eu…poderia ser um advogado trabalhando no domingo a noite por puro sadismo…rindo pelo cantinho da boca como tivesse acabado de ter um orgasmo…semblante de vitória. Ameacei ir embora…pegar o dinheiro de volta…ligar para minha mãe…NADA…o cara ficou impassível…ligou o fds. Certos ou errados, não voltarei lá…a concorrência existe e é grande…

29 04 2012
morgana

Passei pelo mesmo constrangimento no Downtown Barra. Quando apresentei minha carteira de identidade a gerente não aceitou, disse que tinha que ser carteira escolar, falei então da lei que permite que menores de 21 anos pague meia e ela me respondeu “a empresa não trabalha com essa lei.”. Agora eu gostaria de saber, como a empresa não trabalha com essa lei

7 05 2012
rebecca

Aconteceu isso comigo! Achei seu blog justamente porque pesquisei no google “lei da meia entrada menores de 21 anos”
E cá estamos!

(QUE-ÓDIO!)

12 07 2013
thauany

e u quero saber o valor do cinemaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa se eu pagar meia………………………………………………

28 08 2014
Amanda

Até o ano passado (2013) o Cinemark continuou fazendo isso, toda vez que eu iria comprar um ingresso acontecia a mesma coisa, era um estresse!
Algumas vezes cheguei a pagar inteira por nao querer “brigar” mais uma vez.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: