Conheça detalhes do que é o projeto Rio 2016

8 01 2008

Como disse anteriormente, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) entregará essa semana o questionário ao COI (que é o Comitê Internacional, já tá na hora de saber né!?). O questionário não é o documento final de candidatura de uma cidade aos Jogos. Esse documento, que é o Dossiê de Candidatura, ainda não está pronto, e, todas as cidades, tem até 12 de fevereiro de 2009 para entregá-lo.

O questionário, em sí, você poderá ver na íntegra no site oficial do Rio 2016, a partir de 15 de janeiro. Enquanto isso, antes que você fique na ansiedade pra saber o que o Rio pretende fazer pra sediar as olimpíadas, o COB resolveu entregar alguns detalhes muito interessantes:

Além de declarar que o Rio de Janeiro é a única cidade que tem mais da metade das suas instalações já prontas pra receber os jogos, instalações essas modernas e recém construídas, além das reformas de instalações como Maracanazinho e o Maracanã, o COB adiantou vários dados do Rio 2016.

  • Sua realização se daria entre 5 a 21 de agosto, para os Jogos Olímpicos e 7 a 18 de setembro para os Jogos Paraolímpicos. A justificativa são as condições climáticas favoráveis a prática de esportes. As férias escolares que normalmente são em julho, se dariam em agosto, excepcionalmente.
  • De acordo com o projeto, 11 instalações serão construídas e 4 serão temporárias.
  • Por enquanto, o orçamento do projeto dá conta das reformas das instalações já existente, construção de novas e montagem de instalações temporárias com um custo total de US$508 milhões, cerca de R$1 bilhão.
  • Novamente a Barra da Tijuca será a região que concentrará a maior parte dos Jogos, com 56% das instalações (20 modalidades).
  • Além das competições, a Barra sediará, também, o Parque Olímpico, a Vila Olímpica, as duas Vilas de Mídia, o Centro Principal de Imprensa (MPC), o Centro Internacional de Rádio e Televisão (IBC) e os Hotéis Oficiais do COI e do IPC.
  • Com a criação do Parque Olímpico, anuncia-se, então, o fim do Autódromo Nelson Piquet. O Rio perderá esse autódromo, mas, ganhará outro mais moderno, naturalmente, em Deodoro ou Santa Cruz. Quem sabe a F1 não venha pro Rio com esse novo autódromo também?!
  • Dentro desse Parque Olímpico, uma coisa será construída nele, independetemente do Rio sediar, ou não, os jogos: Centro Olímpico de Treinamento.
  • Além da Barra, as competições se darão, também, em outras 3 regiões: Copacabana, Maracanã e Deodoro.
  • Em Deodoro, o projeto Rio 2016 pretende construir também um Parque Radical, pra praticas de esportes radicais durante os jogos como caiaque slalom, ciclismo BMX e ciclismo mountain bike. Após os jogos, serão construídas outras instalações esportivas voltadas para o público jovem.

TRANSPORTE

  • O orçamento proposto até soa grandioso: US$ 2,6 bilhões. Suas aplicações são diversas, e esse orçamento não inclui, unicamente, os gastos públicos. Mas, o projeto soou um pouco decepcionante pra mim.
  • O grupo que analisa as questões de transporte para o Rio 2016 sugeriu a construção de sistemas BRT (Bus Rapid Transit) em corredores exclusivos na cidade.

Eu sou veementemente contra instalação de novas opções de transporte sobre pneus. Não é moderno, gera poluição, e não comporta a quantidade necessária de pessoa num único veículo tal qual outras opções como VLT e o próprio metrô. A Metro Rio criou uma interessante linha Copacabana-Barra, mas, claro, suscetível ao trânsito. Com esse anúncio, o Rio tímidamente enterra projetos de metrô na Barra, que, embora sua expansão seja incluida no projeto, duvido com todo o meu conhecimento no assunto, que uma nova linha, que não a 3 que não ficará no Rio, seja criada. O Rio necessita de um sistema SOBRE TRILHOS interligando aeroportos e rodoviária, que é o mínimo do mínimo possível a ser exigido.

  • O sistema BRT é o mesmo já utilizado em Curitiba. Seus corredores propostos no projeto ligariam Barra-Deodoro, Barra-Penha e Barra- Zona Sul.
  • Novas vias, reforma e ampliação dos sistemas de metrô e trens urbanos e a conclusão do Arco Rodoviário na região metropolitana também estão incluídos. Até agora, porém, não citaram uma ligação aeroporto-centro, pelo menos…

Panorama geral Rio 2016:

  • Além do autódromo, um outro equipamento emblemático no Rio acaba de ganhar o seu fim: a Cidade do Rock. No mesmo lugar, será construída a Vila Olímpica. Com o Rock in Rio anunciado pra 2014, já podemos esperar uma solução do Medina para o caso, haja visto que em 2014 a Vila, se não pronta, deverá estar em construção.
  • Todas as competições serão realizadas na Cidade do Rio de Janeiro, exceto, futebol, que está planejado para ocorrer em Brasília, Belo Horizonte, São Paulo e Salvador, dependendo da CBF.
  • As acomodações previstas para serem disponibilizadas no Rio estão em torno de 50.000 quartos. A exigência do COI é de 40.000 quartos para poder realizar uma olimpíada.
  • Rio 2016 com lagoas limpas (de jacarépaguá), mas, nada de Baía de Guanabara… Sidney consegiu despoluir sua baía, porque o Rio não pode?

E é assim que a Cidade pretende se preparar. Até lá, muita coisa pode mudar, mas, uma vez apresentado o Dossiê para o COI, as modificações têm obrigação de ser pra melhor, com o risco de a cidade escolhida ser banida por descumprimento de metas.

Isso significa, que, no mínimo, esse será o Rio de Janeiro em 2016. Que venha 2 de outubro de 2009 pra garantirmos, pelo menos, isso!

About these ads

Ações

Information

23 responses

10 01 2008
alessandrolisboa

Parabéns pelo seu blog!
Muito Legal, Adorei…

Visita o meu tbm:

http://blogaodoflamengo.wordpress.com

Seu quizer, deixe um comentário.

Abraços e Sucesso!

29 08 2008
jorge sorosini

Tem que ser muito bom para acreditar nisso que projeto ordinario e para os transportes eles não ligam mesmo, sabe é triste mas estes Politicos não valem nada as promessas do Pan quem acreditou hahahahah. É triste morar num pais que tem politicos de quinta categoria.

Valeu pelo blog.

7 09 2008
Junior

O que eu acho mais incrível é que os políticos e mesmo o comitê organizador fazem uma especulação enorme em cima dos jogos: ha vamos mexer no transporte, dá novas viaturas á Polícia, vamos construir centros olímpicos vamos fazer o possível e o impossível. A verdade é que eles podem até fazer mais é tudo passageiro e não investem no descobrimento de novos talentos pra que o Brasil tenha uma atuação descente nas olímpiadas….

29 09 2008
Marcelo Gomes

Caro Tyago.
Parabéns pelo trabalho.
Só não entendi direito qual é a sua posição com relação aos Jogos de 2016.
Você já leu o pré relatório de gastos do Pan do Rio, publicado pelo TCU?
Se quiser saber mais detalhes eu lhe mando, é só entrar em contato.
Como jornalista esportivo, estou cada vez mais preocupado com o caminho que esse bando de dirigentes amadores estão dando ao nosso “rico”, mas medíocre esporte olímpico brasileiro.
Ler o relatório com atenção pode ser um ótimo caminho para a trasnformação.
Pra finalizar, acho que devemos ter certos cuidados ao assinarmos em baixo o atestado emitido por muitos mentirosos que deveriam estar na cadeia.
É muito dinheiro público jogado no lixo.
Enquanto isso… nossos atletas continuam calados.

3 10 2008
brennofaro5

Oi,

Gostaria de fazer parceria com meu site?
http://www.torcidaflamengo.com.br

A parceria consiste em troca de banner.

Nosso site tem mais de 10 mil visitas/dia.
Será uma parceria legal e boa para as 2 partes!

Visite nosso site e acesse no menu a parte Fale conosco e nos mande sua resposta.

Link: http://www.torcidaflamengo.com.br

Obrigado, Brenno Faro!

17 08 2009
rafael

E mesmo uma vergonha esta baia de Guanabara, como serao feitas as provas sobre a agua nessas aguas fetidas!? O governo deve tomar posicoes serias sobre o meio ambiente na cidade ou entao nunca o Brasil vai sediar nada. Para um estrangeiro como eu chegar ao aeroporto do galeao e encontrar aquela imundicie ao redor e no minimo decepcionante, tem que mudar pra melhorar, o Brasil nao sofre como falta de dinheiro, ja esta na hora de acordar!

2 10 2009
Diego

Concordototalmente no que diz respeito aos transportes. O maior legado que se imaginava que as olimpíadas poderiam deixar seria na parte de transporte. Sabemos que em relação a segurança, educação, saúde… nada mudará com as olimpíadas (ou será maquiado somente durante a época do evento), mas se imaginava que pelo menos na área dos transportes teríamos melhorias reais, e como foi dito, e concordo plenamente, transporte eficaz e ecologicamente correto TEM QUE SER SOBRE TRILHOS! E fico admirado em isso não ser uma EXIGÊNCIA do COI para a realização dos jogos olímpicos!
Se nem com as olimpíadas teremos novas linhas de metrô e trens nossas esperanças de melhoria de transito podem ser enterradas! Haverá um gasto exorbitante com “modernização” do que já existe, o que não resolve absolutamente nada a questão do transito caótico, e que até lá, só tende a piorar!

2 10 2009
karyoka

Q venha 2016, uhu.

3 10 2009
Roberto Silveira

Parabéns aos organizadores pela vitória, desejo que realmente o setor de`transportes melhores com as olimpíadas.

4 10 2009
wesley

eu amo obrasil poriso ele merese as olimpiadas de 2016 . a e seram as melhores que ja teve

4 10 2009
CLAUDIO

Morei muito tempo em Curitiba, e posso falar que nem os Curitibanos aquentam este sistema BRT devasado, todos querem transporte sobre trilhos…

5 10 2009
HAROLDO

Nao podemos esquecer que as olimpiadas não irá trazer só beneficios ao Rio de Janeiro mas sim ao Brasil todo, o Brasil estará em evidencias para o Mundo com isso outros estados brasileiros irao tb receber uma grande quantidade de turistas, resumindo todos ganharao com essa olimpiadas!

6 10 2009
Denise Ribeiro

O que poucas pessoas sabem é que uma das melhores escolas municipais do Rio (que é difícil) vai ser demolida por conta das Olimpíadas. A escola fica no Maracanã, chama-se Escola Municipal Friedenreich. Segundo fotos do projeto, nada será construido neste local. Os pais não sabem mais a quem recorrer, por isso fica aqui meu apelo. Vamos nos movimentar para que não acabe aquilo que mais se precisa nesse país, um bom ensino, de qualidade. Divulguem, ajudem, afinal, educação não tem preço e não podemos pagar por isso. Abraços

6 10 2009
raiana

minha gente! deixem de ser besta, o brasil tem q ser visto lá fora como o país da educação e da saúde e não como o país do futebol.Isso só é bom para uma minoria chamada elite como os jogadores e os proprio presidente enquanto a maioria chamada de povão só vai se prejudicar mais ainda ,com impostos mais altos e nunca mais aumentos significativos no salário apesar de q nunca teve.Acordem q o governo brasileiro não faz nda pra melhoara a vida de ninguém não.
kd q o governo vai criar projetos e ajudar as pessoas q moram na rocinha saírem daquele sofrimento pq lá existem várias pessoas q tem vontade de ser alguém na vida, isso não acontece, eles querem encher é o bolso e o resto q se arrom…

6 10 2009
raiana

coloquem uma coisa na cabeça: só quem se beneficia com essas coisas são eles q abusam do poder. nós pobres ficaremos mais pobres , enquanto eles só ficaram mais ricos.

8 10 2009
rosana

assediando 2016
retrato dos nossos atletas: sem patrocínio, sem moradia, sem alimentação e sem um par de tênis para treinar essa é a realidade do atleta brasileiro.

16 10 2009
daniel

eu acho que vai trazer melhorias a todos i
nclusive a nos os cariocas.

20 10 2009
wesley, darley ,elizel,helan,anderson,michel

nos achamos muito bom pois trara muitas conquistas para o brasil e nos ajudara nos esportes e acaba mas com as drogas

18 11 2009
guilherme

projetos para 2016

Como disse anteriormente, o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) entregará essa semana o questionário ao COI (que é o Comitê Internacional, já tá na hora de saber né!?). O questionário não é o documento final de candidatura de uma cidade aos Jogos. Esse documento, que é o Dossiê de Candidatura, ainda não está pronto, e, todas as cidades, tem até 12 de fevereiro de 2009 para entregá-lo.

O questionário, em sí, você poderá ver na íntegra no site oficial do Rio 2016, a partir de 15 de janeiro. Enquanto isso, antes que você fique na ansiedade pra saber o que o Rio pretende fazer pra sediar as olimpíadas, o COB resolveu entregar alguns detalhes muito interessantes:

Além de declarar que o Rio de Janeiro é a única cidade que tem mais da metade das suas instalações já prontas pra receber os jogos, instalações essas modernas e recém construídas, além das reformas de instalações como Maracanazinho e o Maracanã, o COB adiantou vários dados do Rio 2016.

* Sua realização se daria entre 5 a 21 de agosto, para os Jogos Olímpicos e 7 a 18 de setembro para os Jogos Paraolímpicos. A justificativa são as condições climáticas favoráveis a prática de esportes. As férias escolares que normalmente são em julho, se dariam em agosto, excepcionalmente.
* De acordo com o projeto, 11 instalações serão construídas e 4 serão temporárias.
* Por enquanto, o orçamento do projeto dá conta das reformas das instalações já existente, construção de novas e montagem de instalações temporárias com um custo total de US$508 milhões, cerca de R$1 bilhão.
* Novamente a Barra da Tijuca será a região que concentrará a maior parte dos Jogos, com 56% das instalações (20 modalidades).

* Além das competições, a Barra sediará, também, o Parque Olímpico, a Vila Olímpica, as duas Vilas de Mídia, o Centro Principal de Imprensa (MPC), o Centro Internacional de Rádio e Televisão (IBC) e os Hotéis Oficiais do COI e do IPC.
* Com a criação do Parque Olímpico, anuncia-se, então, o fim do Autódromo Nelson Piquet. O Rio perderá esse autódromo, mas, ganhará outro mais moderno, naturalmente, em Deodoro ou Santa Cruz. Quem sabe a F1 não venha pro Rio com esse novo autódromo também?!
* Dentro desse Parque Olímpico, uma coisa será construída nele, independetemente do Rio sediar, ou não, os jogos: Centro Olímpico de Treinamento.
* Além da Barra, as competições se darão, também, em outras 3 regiões: Copacabana, Maracanã e Deodoro.
* Em Deodoro, o projeto Rio 2016 pretende construir também um Parque Radical, pra praticas de esportes radicais durante os jogos como caiaque slalom, ciclismo BMX e ciclismo mountain bike. Após os jogos, serão construídas outras instalações esportivas voltadas para o público jovem.

TRANSPORTE

* O orçamento proposto até soa grandioso: US$ 2,6 bilhões. Suas aplicações são diversas, e esse orçamento não inclui, unicamente, os gastos públicos. Mas, o projeto soou um pouco decepcionante pra mim.
* O grupo que analisa as questões de transporte para o Rio 2016 sugeriu a construção de sistemas BRT (Bus Rapid Transit) em corredores exclusivos na cidade.

Eu sou veementemente contra instalação de novas opções de transporte sobre pneus. Não é moderno, gera poluição, e não comporta a quantidade necessária de pessoa num único veículo tal qual outras opções como VLT e o próprio metrô. A Metro Rio criou uma interessante linha Copacabana-Barra, mas, claro, suscetível ao trânsito. Com esse anúncio, o Rio tímidamente enterra projetos de metrô na Barra, que, embora sua expansão seja incluida no projeto, duvido com todo o meu conhecimento no assunto, que uma nova linha, que não a 3 que não ficará no Rio, seja criada. O Rio necessita de um sistema SOBRE TRILHOS interligando aeroportos e rodoviária, que é o mínimo do mínimo possível a ser exigido.

* O sistema BRT é o mesmo já utilizado em Curitiba. Seus corredores propostos no projeto ligariam Barra-Deodoro, Barra-Penha e Barra- Zona Sul.
* Novas vias, reforma e ampliação dos sistemas de metrô e trens urbanos e a conclusão do Arco Rodoviário na região metropolitana também estão incluídos. Até agora, porém, não citaram uma ligação aeroporto-centro, pelo menos…

Panorama geral Rio 2016:

* Além do autódromo, um outro equipamento emblemático no Rio acaba de ganhar o seu fim: a Cidade do Rock. No mesmo lugar, será construída a Vila Olímpica. Com o Rock in Rio anunciado pra 2014, já podemos esperar uma solução do Medina para o caso, haja visto que em 2014 a Vila, se não pronta, deverá estar em construção.

* Todas as competições serão realizadas na Cidade do Rio de Janeiro, exceto, futebol, que está planejado para ocorrer em Brasília, Belo Horizonte, São Paulo e Salvador, dependendo da CBF.
* As acomodações previstas para serem disponibilizadas no Rio estão em torno de 50.000 quartos. A exigência do COI é de 40.000 quartos para poder realizar uma olimpíada.
* Rio 2016 com lagoas limpas (de jacarépaguá), mas, nada de Baía de Guanabara… Sidney consegiu despoluir sua baía, porque o Rio não pode?

E é assim que a Cidade pretende se preparar. Até lá, muita coisa pode mudar, mas, uma vez apresentado o Dossiê para o COI, as modificações têm obrigação de ser pra melhor, com o risco de a cidade escolhida ser banida por descumprimento de metas.

Isso significa, que, no mínimo, esse será o Rio de Janeiro em 2016. Que venha 2 de outubro de 2009 pra garantirmos, pelo menos, isso!

2 12 2009
vitoria

Poxa eu eapero que isso tudo seja verdade , pois ja to cansada de ouvir essas abobrinhas que o governo diz.E eu echo que se isso realmente for feito ,vai melhorar a vida de muitos cidadoes brasileiros.
tchau eu só quero ver a mudança acontecer…

2 04 2010
Fillipe

Olá,
Achei muito interessante o artigo.
Sou carioca e estou morando há pouco tempo em Curitiba. Posso ver de perto como o sistema BRT já está saturado. Ainda assim o planejamento de transporte daqui dá um banho na política engessada do Rio (digo isso, infelizmente). O mais interessante, é que, enquanto Curitiba vem articulando um novo modelo de implantação de metro e integração com o existente, o Rio apresenta como grande novidade um sistema obsoleto que com certeza não vai atender à demanda nem antes, nem depois das olimpíadas. Vale a pena ler o site com as propostas do modelo curitibano: http://www.metro.curitiba.pr.gov.br/
Outro ponto falho do projeto carioca. Tá na cara que o projeto não visa melhorias no escoamento do trãnsito, eficiência no deslocamento casa-trabalho, integração entre as regiões da cidade, etc.. etc.. ou seja, tudo que um transporte de qualidade pode oferecer… mas sim, medidas paliativas para tentar impressionar ou pelo menos amenizar as deficiências para os gringos que vão chegar para participar e para assistir as olimpíadas… sei que não descobri a pólvora, mas o que nós cidadãos do Rio de janeiro podemos fazer? Será que vamos assistir passivamente outra vez o teatro de maquiagem da cidade para a gente esquecer os problemas da cidade por um mês? Até quando não vamos ter políticos que administrem a cidade em prol do bem-estar do cidadão, com idéias que funcionem?

30 01 2011
Walace Nascimento

Legal o projeto do Rio, mas a F1 já é de São Paulo e esse evento ninguém tira da nossa cidade!!

12 11 2013
Ariadna

Olá, alguém poderia me mandar fazendo favor, algum artigo que mostre como esta o andamento das obras prometidas, e me falar se realmente estamos prontos para esse Olimpíada?
Desde já agradeço pela atenção, abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: