Decisão final: Live Earth em Copacabana!

7 07 2007

Essa é uma atualização do post que eu dizia “Live Earth ainda pode não acontecer”.

Bem, agora vai! No post original eu comentei que a promotora Denise Tarin havia entrado com recurso no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, o que deixaria á cargo da desembargadora do plantão do TJ Leoni Maria Grivet Pinho liberar efetivamente ou não. Ela liberou!

Segundo Leoni Maria, o comprometimento do chefe do estado maior da PM, de que a corporação está em condições de apoiar a cidade do Rio de Janeiro é o suficiente e, por isso, o pedido do Ministério Público foi negado.

Se quiser ler o post  original,  clique logo abaixo!

Tudo parecia bem… mas, somente parecia. O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro entrou, no início da noite desta sexta-feira, com recurso junto ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro solicitando a suspensão do evento Live Earth, que agora, está nas mãos da desembargadora do plantão do TJ Leoni Maria Grivet Pinho liberar efetivamente ou não.

E tudo isso obra de quem? Da inquietude, da insatisfação de uma promotora chamada Denise Tarin, da 3ª Promotoria Defesa do Meio Ambiente. Agora vejam, que ironia: o maior evento já realizado no planeta em pról do meio ambiente está sendo impedido justamente por ninguém menos que uma promotora da Defesa do Meio Ambiente! Agora, não sei até onde minha leiga opinião pode chegar, mas, o que a defensoria de meio ambiente tem a ver com segurança de público? Se ela ainda estivesse preocupada em como evitar a sujeira deixada por centenas de milhares de pessoas na praia, tudo bem… Mas, mesmo depois da decisão do Estado-Maior da PM de afirmar que poderia dar segurança ao evento, o que mais essa senhora quer opinar? Será que ela se julga mais informada de questões de comando militar do que o próprio General da corporação? Tudo bem que foi esse próprio comando que em 2 de julho enviou um ofício ao Ministério Público alegando que, tanto o Live Earth quanto o show gospel não poderiam ocorrer. Só que agora existe a ordem do general, que conhece – melhor que ela – o seu exército de homens preparados pra agirem em situações bem piores, exigindo que esses homens dêem apoio ao evento.

Onde mais ela quer ir? Será que, caso a sua solicitação não seja aceita nem pela desembargadora, ela irá montar barricadas no túnel da Princesa Isabel pra impedir que vejam o show que ela quer tanto cancelar?


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: