Instituto Europeu de Design – a nova identidade do Cassino da Urca

21 11 2007

Essa é uma nota que vou dedicar aos meus amigos que estudam moda e desenho industrial. O prefeito do Rio, César Maia, publicou hoje em seu ex-blog uma nota que oficializa a vinda do Istituto Europeo di Design para o Rio de Janeiro.

“A instalação do Instituto Europeu de Design no Rio de Janeiro se constituirá como um dos mais importantes centros de design do mundo, condição que consolidou nos últimos 40 anos com suas unidades de formação, pesquisa e desenvolvimento que permeiam todos os aspectos relevantes da vida moderna, num processo de formação no Instituto, iniciando no Rio, passando por Milão e terminando, talvez, em Barcelona ou Veneza, gerando emprego e renda. Através do IED o Rio reafirmará sua identidade internacional e se incorporará a uma rede de cidades criativas, discutindo aspectos relevantes das cidades modernas.”

O jornal O Globo, em seu site, publicou algumas informações mais detalhadas do projeto, que vão desde o processo de restauração do local, adaptando ele á novas atividades e com isso mantendo as características arquitetônicas do local – nada mais civilizadamente italiano que a perfeita convivência entre passado, presente e futuro, não acham? Porém, nem tudo são flores, e, claro, o projeto não agradou todo mundo. Os moradores da Urca já estão se movendo através de sua asssossiação de moradores pra tentar impedir o projeto, que “acabaria com a tranquilidade do bairro”.

Atualmente, o Instituto tem sedes nas cidades italianas Milão, Roma, Veneza e Torino, além das cidades espanholas Barcelona e Madri e a, até então, a única unidade no Brasil, em São Paulo.

O Instituto se divide em três áreas, sendo elas Design, Arte Visual e Moda. Confiram o site do Instituto Europeu de Design e vejam mais informações sobre esse empreendimento italiano no Rio de Janeiro.


Ações

Information

7 responses

2 04 2008
Lilibeth Cardozo Roballo Ferreira

Uma agressão à qualidade de vida de um povo

Porque fazer agressões desnecessárias a uma população? Nem só com armas, gritos e sangue, se mata na cidade do Rio de janeiro. A violência muitas vezes tem cara de progresso. A prefeitura e o Instituto Euroupeu de Designer estão, de mãos dadas para agredir o Rio de janeiro. A prefeitura, de quem se espera sensatez e ponderação nas ações estruturais da nossa cidade, faz o que é contrário , destruindo um bairro e não é qualquer bairro: aqui temos o Pão de Açucar, o mais famoso cartão postal do Brasil. Vai ser de graça o marketing para os italianos, de graça ,usando o NOSSO, a NOSSA paisagem. Eles sabem que bairro não suporta nenhum empreendimento que atraia público, e a instalação do IED, se não for vetada, será uma derrota para os cariocas, que assistem à destruição impiedosa de nossa cidade. O IED no Rio é aquisição importante, mas sua instalação na Urca é uma grande insensatez administrativa, uma agressão ambiental. É degradar um bairro para resolver a degradação de um prédio. O IED na Lapa tem tudo de carioquismo, e lá há centenas de espaços gritando por socorro! Inclusive, profissionais e estudantes da área, o primeiro olhar para o IED no Rio de Janeiro foi para a Lapa, que tem uma vida cultural intensa, muita moda, muita festa , está sendo revitalizada e ainda hospeda a nossa escola de desing. Ninguém quer nada que chegue para destruir qualidade de vida, ainda que tenha grande utulidade para a educação, as artes, a formação de um povo! Bem vindo IED ao Rio, mas FORA DA URCA!!!
IED FORA DA URCA!

2 07 2008
Liza Costa

A restauração deste prédio e sua ocupação pelo IED ratifica a importância cultural do Rio de Janeiro e poe uma pá de cal na possibilidade de ocupação futura do imóvel por vagabundos e sua transformação numa favela, como aliás, vem acontecendo em muitos prédios pela cidade. Isto seria muito ruim para Urca, para seus moradores e para o Rio de Janeiro.

O investimento para adequar o prédio degradado à nova função foi calculado em R$ 17 milhões.

Eu pergunto a Sra. Lilibeth: qual seria a sua sugestão à respeito do que poderia ficar no lugar da ruína que se instalou no nosso bairro?

Não seria melhor esperar o IED entrar em funcionamento para que a senhora pudesse ver de perto algo que nos trará cultura e beleza para o nosso bairro..Bairro este que por ventura não é de exclusividade individual. Não é um bairro isolado com portões e guaritas.

Impedir a cultura e a possibilidade de pessoas como eu, de estudarem numa das escolas de designer mais renomadas do mundo, é egoísmo puro de sua e da meia dúzia de pessoas moradores do bairro.

SEJA BEM VINDO IED!

14 07 2008
Leandro França de Mello

A vinda do IED para o Rio de Janeiro,sinaliza e corrobora a qualificação da cidade para à vanguarda e criativade brasileira.Item este já a muito tempo sabido por todos.O Rio tem as condições ideais para sediar o IED,temos designers consagrados,arquitetos de renome ainda não superados e excelentes escolas de designer.
A Urca, bairro outrora,super valorizado e glamurizado pelo extinto cassino e esvaziado nas últimas décadas,será enfim oxigenado por está vinda.

Rio de Janeiro,Cidade Criativa por natureza.

21 08 2008
Deborah Ribeiro

Que bom que vocês estão na URCA, pertinho do bairro que moro, e posso curtir bastante tudo o que vcs trouxerem de desenvolvimento, atualização para minha desenvoltura na área de Design de Interiores. Aguardo ansiosamente a inauguração da filial Rio de Janeiro.Parabéns pela escolha César Maia.

24 10 2008
Leoni Marengo Nascimento

Acredito que a vinda do IED, quanto ao transito ficará até melhor do hoje, pois o colégio ingles da av. Pasteur o deixa complicado, que mudara com o plano de estacionamento proposto. Mas, sem dúvida dará nova vida á Urca, con uma escola de alto nível, recuperação do antigo Casino, como no meu tempo quando os jovens tinham mais opções de lazer, trabalho e esporte que hoje, o bairro relegado a simples dormitório e os jovens procurando outras “diversões” nada sadia. Nós mais velhos que apreciamos “nossa” juventude, devemos agradecer a oportunidade a ser dada pelle IED a nossos filhos e netos.

12 11 2008
Maria Clara Capiberibe Azêdo

Como professora pós-graduada lato sensu especialização em língua italiana e tradução pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro(Uerj), gostaria de saber se este renomado instituto com sede em Milano , Roma e Venezia irá precisar de mão-de-obra especializada para o ensino da língua italiana. Sou formada também em Comunicação Social (Jornalismo) pela PUC-RJ e me honraria muito trabalhar no IED. Aguardo uma resposta e posso assegurar que tenho referências. além de currículo. Grata pela atenção dispensada.
Cordialmente,

Maria Clara Azêdo

3 12 2008
ROBERTO ABREU

VCS MORADORES DA URCA, JAMAIS PODERIAM DEIXAR QUE O CASSINO DA URCA , SEDE DA REDE TUPI, FOSSE TRANSFORMADO NESTE INSTITUTO, A URCA É TÃO BELA, ALI TERIA QUE SER O MUSEU DA PRIMEIRA EMISSORA DE TV DO BRASIL, SERIA UM CHARME E IRIA CONTRIBUIR MUITO PARA A HISTÓRIA DO RIO E DO BRASIL.
ROBERTO ITAIPUAÇÚ / MARICÁ/ RJ

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: