CONSUMIDOR será “multado” por atrasos em vôos

5 12 2007

Lí essa notícia no O Globo, que diz que as “empresas aéreas ameaçam repassar multa para os consumidores, com aumento das passagens” e tive que fazer um comentário á respeito. Ao meu ver, está estampado nítidamente apenas com o título da reportagem que a multa, pobres usuários, serão pagas por eles. Sim, as multas por atrasos e má prestação de serviços ofertados á eles próprios serão pagos pelos mesmos lesados com os problemas das companhias.

“Posso estar sendo leigo no assunto, ou não tão acostumado com essas questões na terra brazilis, mas, NÃO ACHO JUSTO o usuário que comprar o seu ticket pagando pela prestação do serviço que a companhia tem a obrigação de prestar por completo e SER ONERADO previamente com relação á possíveis ATRASOS decorrentes da má prestação dos serviços das empresas em questão. Onde já se viu isso?
Espero não estar errado quanto ao meu pensamento… “





Viaje na Viagem de casa nova – é o Freire num novo portal!

20 11 2007

Esse é um post meu em homenagem á um dos melhores escritores sobre viagem desse país. Eu já falei do Ricardo Freire algumas vezes aqui no blog, já o citei no Blog Day em agosto, já linkei pra alguns dos posts dele. Enfim, já embarquei “na carona do amigo”.

Dessa vez, o Freire está de casa nova. Seu magnífico blog, um dos mais visitados do wordpress, se mudou pra plataforma do Viaje Aqui, portal de turismo da Editra Abril. Agora a paixão do Freire ganha ares profissionais, o que pros leitores dele será uma mera questão de endereço na internet: todo a interatividade, a atenção, o toque-de-midas do blog do Freire apenas saiu do wordpress. Só. Até a boiazinha foi junto!

Então, pra homenagear essa mudança embarcando na carona do amigo Riq Freire, eu encontrei aqui nas minhas coisas o texto dele mais marcante, o inesquecível “Valsa de uma Cidade”, onde ele declara o seu amor pela cidade da Guanabara.

“Valsa de uma Cidade

 

 

Se algum dia me perguntarem por que eu viajo, eu vou responder: para ver se encontro algum lugar mais encantador que o Rio de Janeiro. Até hoje, não encontrei. Outras cidades podem ser muito superiores em um ou outro aspecto, mas levam nota baixa em tantos quesitos — tipo ala das baianas, empolgação e alegorias de cabeça — que na média acaba dando o Rio, longe. Se você fizer questão de padrões internacionais de julgamento, tudo bem, lá vai: o Rio é Oscar de cenário, direção de arte, casting, (falta de) figurino, roteiro e trilha sonora original. Em que outro canto do planeta você encontra praia, vida cultural de primeira, gastronomia, compras e um povo exótico (nós mesmos!), tudo num lugar só, e em qualquer época do ano?

Para começar — eu adoro dizer isso, porque consigo injuriar paulistas e cariocas numa mesma frase — o Rio é a melhor coisa de São Paulo.

A própria ponte aérea já é uma grande idéia — uma invenção made in Brazil, imagine só, fruto da aliança entre o capital e a vontade de fugir do trabalho. O vôo inteiro é lindo. Com tempo bom, são pelo menos 30 minutos ininterruptos de litoral sendo traçado ao vivo embaixo do seu nariz: a Ilhabela, a baía de Ilha Grande, a restinga da Marambaia. A aterrissagem é mais linda ainda. O avião mergulha perigosamente em direção a um centrinho manhattóide — mas quando você desce a escada, o bafo, o cheiro da maresia e a visão do Pão de Açúcar no canto esquerdo da tela dissipam quaisquer dúvidas e dão as boas-vindas à Guanabara. Que Hong Kong que nada: não existe pouso como no Santos Dumont.” Por Ricardo Freire, em alguma época há um tempo atrás…

Sucesso ao Riq no novo portal!





Novo Cais do Porto no Rio – Quando?

15 11 2007

Parece que as revitalizações prometidas para a Zona Portuária estão começando a sair do papel. Bem lentas, mas, é um bom começo. Essa semana a Secretaria de Comunicação do Governo do Estado parece ter confirmado que para essa nova temporada de navios que chegarão esse ano, haverá uma nova estação para os passageiros, entre outras coisas mais:

“[…]no fim do mês passado pelo porto do Rio de Janeiro, começou a temporada de cruzeiros marítimos de 2007-2008.[…] este ano assinala o retorno do Splendour of the Seas, um dos maiores e mais luxuosos navios da atualidade, que passará pelo Rio em 17 de dezembro, com mais de duas mil pessoas a bordo.[…]

Desta vez, os turistas vão encontrar uma nova estação de passageiros e um complexo cultural e de entretenimento no cais. Destinado às feiras, exposições, shows, eventos, bares e restaurantes, a reforma assinala o início das obras de Revitalização da Área Portuária do Rio de Janeiro.”

Porém, não entendi uma frase do mesmo parágrafo:

“Com um investimento de R$ 30 milhões, o complexo deverá estar concluído no início de 2009.”

Bem, foram eles mesmos que disseram nessa página que “desta vez os turistas vão encontrar uma nova estação”, o que “desta vez” pra mim quer dizer agora… Será que só eu entendi errado, ou o Governo não tem nada pra essa temporada além de promessas?

Vamos ver realmente quando vamos ter motivos pra nos orgulharmos daquela Zona…





Serra sugere “trem meio bala”

1 09 2007

Um trem como esse só pode dar vazão a todo o potencial de desenvolvimento da região se houver paradas no meio. A viagem de ponta a ponta não é interessante. As paradas, provavelmente, reduzirão a velocidade do trem. Talvez nós devêssemos ter um “trem-meio-bala”. Não totalmente bala. Tudo isso precisa ser convenientemente analisado – destacou Serra.”

Eu acho que ele tem razão, sim, em querer expandir o potencial econômico gerado por essa ligação ferroviária. Porém, há de se convir que num projeto dessa magnitude, existem soluções coexistentes. Eu acho que alguns trens, em alguns horários deveriam fazer a ligação de ponta a ponta, sem nenhuma parada. Digamos, por exemplo, de 1 em 1 hora entre 7 da manhã e 7 da noite. Poderiam facilmente serem construidas techos que desviassem dos trilhos das estações e o trem continuasse em alta velocidade até chegar ao seu destino final.

Acho que pode haver 2 projetos. O que não vai poder é transformar um trem que tenha tecnologia para rodar a 360km/h num trem que rode á metade disso. Para isso façam investimentos menores.





Mais um passo rumo ao trem-bala

29 08 2007

Algumas notícias desses últimos dias me assustaram, mas, consegui recuperar o fôlego diante de outras. É o seguinte: no dia 18 deste mês, a Veja publicou que “foi o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, quem enterrou o projeto do trem-bala entre Rio e São Paulo, feito pela empresa italiana Italplan. (…) Coutinho descobriu dois problemas no projeto. Um: os italianos superestimaram a previsão de retorno financeiro. Dois: a Italplan queria que o governo pagasse 450 milhões de reais pelo projeto, caso ninguém quisesse executar a obra.”

Porém, felizmente, dando uma olhada hoje no que saiu de notícia do Estado do Rio no site da Secretaria de Comunicação, eu li algo que me deu uma reanimada: Rio e São Paulo assinam convênio sobre trem-bala. Lá diz que os governos de ambos estados assinarão amanhã um acordo para a criação de uma comissão interestadual para acompanhar o projeto.

Ainda dá pra acreditar no projeto, não dá?! Eu sou otimista quanto á essa obra. Vamos acompanhar e ver no que dá.





7 Maravilhas do Rio – Etapa final

27 08 2007

7-maravilhas-rio.jpg

A primeira etapa desse concurso promovido pelo O Globo, já terminou, onde mais de 60.000 pessoas votaram em 30 candidatos favoritos, colocando os 15 mais votados nessa disputa final que decidirá quem acompanhará o Cristo Redentor com o título de Maravilha.

O resultado geral, dos 15 mais votados, me deixou contente. Só faltou, pra mim, um dos que eu mais queria eleger como uma das 7 maravilhas do Rio: a Pedra da Gávea. Enfim, como eu, só mais 1.600 pessoas, mais ou menos, achavam o mesmo. Não foi o suficiente para colocar o gigante imperador no reinado das maravilhas. Em compensação, o poderosíssimo e infinitamente belo Pão de Açúcar foi disparadíssimo o mais votado! Com esse resultado, eu quero lembrar a qualquer um que esteja lendo esse post agora, que aquela mesma organização que promoveu o badalado concurso das New 7 Wonders, que elegeu o Cristo, está promovendo, agora, as 7 Maravilhas da Natureza. O Pão de Açúcar, se depender de você, entrará como vencedor nessa lista também. Essa seria, indiscutivelmente, a coroação definitiva do título-maior do Rio de Janeiro: Cidade Maravilhosa.

MAC (Niterói) e Pão de Açúcar

Entre as escolhidas nessa primeira etapa estão Ilha Grande (Angra dos Reis), Búzios, o Centro Histórico de Paraty, o Museu de Arte Contemporânea (Niterói), a Serra dos Órgãos (Teresópolis) e o Museu Imperial (Petrópolis). A lista se completa com as maravilhas da capital: o Pão de Açúcar – primeiro lugar absoluto, com mais da metade dos 62.037 votos válidos da eleição -, o Jardim Botânico, o Maracanã, a Praia de Copacabana, os Arcos da Lapa, o Theatro Municipal, a Lagoa Rodrigo de Freitas, a Floresta da Tijuca e o Aterro do Flamengo.

Participe! Vote nas maravilhas do seu estado! Para votar, basta visitar o site 7 Maravilhas do Rio.





Novo Rio de cara nova

19 08 2007

A matéria é da Veja Rio, mas, eu ví mesmo foi no Diário do Rio de Janeiro, um ótimo blog pra quem curte notícias da Cidade Maravilhosa. A nossa feia rodoviária vai sofrer suas merecidas operações plásticas, que há tanto os cariocas e os passageiros em trânsito pedem. Vamos combinar, ela é feia mesmo, o lugar onde ela está é completamente inseguro, bagunçado, sujo. Dos portões de entrada da cidade, os aeroportos, o porto, e a rodoviária, o único que belíssimamente se salva é o Aeroporto Santos Dummont. O Galeão não é feio (terminal 2), mas, sair dele e chegar na cidade não é muito bonito. O Cais do Porto, por sua vez, é feio, pequeno, e a região da perimetral é a pior possível. Leia o resto deste post »